Como criar uma linha capilar?

Lançar sua própria linha de produtos para os cabelos envolve muito trabalho
Assim como iniciar qualquer outro negócio, lançar sua própria linha de produtos para os cabelos envolve muito trabalho e riscos.

A indústria de cuidados com os cabelos está em constante crescimento e evolução, o que significa que está repleta de oportunidades para indivíduos empreendedores que são apaixonados por garantir que o mundo sempre tenha um bom dia para o cabelo. Assim como iniciar qualquer outro negócio, lançar sua própria linha de produtos para os cabelos envolve muito trabalho e risco. Mas se você tiver uma visão clara do nicho que deseja preencher na indústria, um compromisso em realizar essa visão e ideias sólidas para produtos que ajudarão as pessoas a ter uma aparência e a sentir-se melhor, você pode ter apenas uma receita para o sucesso.

Parte 1 de 3: planejando seu negócio

  1. 1
    Identifique o propósito básico de sua linha de cuidados com os cabelos. Antes de começar a criar modelos de embalagens ou enviar pedidos de protótipos, é importante ter uma ideia clara do que você espera realizar. Passe algum tempo pensando sobre o tipo de produtos que deseja lançar e como deseja que as pessoas se beneficiem deles.
    • Pode ser que você tenha descoberto uma máscara hidratante de três ingredientes que faz maravilhas em cabelos tingidos, ou você tem uma ideia para um tipo especial de modelador ou modelador projetado para minimizar os danos causados pelo calor.
    • Não tenha medo de pensar grande e explorar diferentes setores do mercado. O cuidado do cabelo é muito mais do que apenas shampoo e condicionador.
  2. 2
    Limite o seu público-alvo. Depois de descobrir "o quê" do seu negócio, pergunte a si mesmo quem pode tirar o máximo proveito dele. Ter uma ideia do tipo de pessoa que usará seus produtos lhe dará uma vantagem decisiva na hora de começar os testes e a comercialização. Também o ajudará a atender mais às necessidades específicas deles, o que é crucial para ganhar seguidores.
    • Um soro volumizante, por exemplo, tem maior probabilidade de atrair pessoas que têm vergonha de seu cabelo fino, liso, flácido ou ralo.

    Dica: comece a conversar com muitas pessoas que se enquadram na sua base de usuários hipotética para descobrir que tipo de coisas elas procuram ao comprar produtos para os cabelos.

  3. 3
    Tente atender a uma necessidade exclusiva ou fornecer uma alternativa superior. Já existe uma variedade impressionante de produtos para os cabelos inundando o mercado. Para que sua linha tenha uma chance de sucesso, ela precisa oferecer aos usuários algo que eles ainda não têm acesso, ou então tratá-los com uma experiência melhor do que a que estão obtendo atualmente com os produtos existentes.
    • Pense em produtos semelhantes que você usou no passado e nos problemas que teve com eles e, em seguida, pondere maneiras de torná-los melhores.
    • Embora existam startups de cuidados com os cabelos que vendem uma ampla gama de produtos, elas tendem a ter dificuldade em competir com empresas de grande nome já estabelecidas. Ao se concentrar em fazer uma ou duas coisas excepcionalmente bem, sua marca terá mais chances de se destacar.
  4. 4
    Identifique uma marca adequada à sua linha de produtos. Tente inventar um nome que prenda os usuários em potencial e, ao mesmo tempo, represente com precisão a finalidade de seus produtos. Esta é a parte divertida para a maioria dos empresários, pois permite que eles realmente abram suas asas criativas e decolem. Também lhe dá a chance de se expressar ou alguma parte de sua filosofia pessoal de cuidados com os cabelos.
    • Por exemplo, você pode chamar uma linha de produtos modeladores formulados para cabelos cacheados de "Bounce".
    • As melhores marcas tendem a ser simples, adequadas e fáceis de lembrar.
    Identifique o propósito básico de sua linha de cuidados com os cabelos
    Identifique o propósito básico de sua linha de cuidados com os cabelos.
  5. 5
    Elabore um plano de negócios. Um plano de negócios é como uma receita para a criação de um negócio. Enquanto estiver trabalhando em seu plano de negócios, certifique-se de definir em termos claros o que estará vendendo, para quem estará vendendo e as necessidades ou demandas específicas que seu produto atenderá no mercado. Esta é uma chance de colocar todos os seus objetivos e ideias no papel.
    • Se você tem um talento especial para finanças, também será útil incluir uma projeção de quanto custará seu empreendimento, juntamente com uma análise aproximada de onde exatamente você espera que o dinheiro vá.
    • Além de manter o foco e o controle, um plano de negócios completo e bem elaborado pode ser útil se você achar que pode querer lançar suas ideias de produtos para investidores em potencial em algum momento.

Parte 2 de 3: desenvolvimento e teste de seus produtos

  1. 1
    Monte seus primeiros lotes de teste sozinho, se tiver os meios para fazê-lo. Se o produto que você está planejando é algo que você pode realmente fazer, como um condicionador sem enxágue totalmente orgânico, use-o o mais rápido possível. Realizar algumas rodadas de P&D independente lhe dará a chance de resolver problemas e aperfeiçoar sua fórmula antes de entrar em produção.
    • Ter um protótipo funcional do seu produto ou produtos pode lhe dar um grande impulso quando se trata de atrair a atenção de investidores ou ajudar os fabricantes de atacado a capturar a essência de sua visão.
    • Se você esperar até começar a trabalhar com um fabricante para começar a refinar seu produto, vai demorar muito mais para acertar e, portanto, vai acabar custando muito mais.
  2. 2
    Encomendar um protótipo de um fabricante atacadista. Pesquise parceiros de fabricação e produção em sua área para encontrar um que você ache que possa corresponder. Ao encontrar um, entre em contato com um representante e pergunte sobre a contratação de seus serviços. Eles trabalharão lado a lado com você para desenvolver produtos com base em suas idéias e especificações.
    • Você encontrará muitos recursos excelentes sobre como localizar, selecionar e trabalhar com fabricantes de atacado online.
    • O fabricante estará presente principalmente para supervisionar a fabricação real do produto. Você ainda terá controle total sobre os detalhes, incluindo os tipos de ingredientes ou materiais usados, cores, aromas e elementos de embalagem e design.
  3. 3
    Teste seu protótipo em membros do seu público-alvo. Procure voluntários que se encaixem no perfil do tipo específico de usuário ao qual seu produto se destina. Peça-lhes que experimentem as primeiras versões do seu produto e, em seguida, faça-lhes perguntas específicas para solicitar um feedback que lhe dê uma ideia do que funciona e do que ainda precisa ser melhorado. Certifique-se de fazer anotações detalhadas para que possa implementar as sugestões mais úteis durante a próxima fase de desenvolvimento.
    • A maioria dos grupos de foco iniciais de empreendedores é composta por amigos e familiares, mas você também pode encontrar participantes dispostos online ou até mesmo na rua, especialmente se você se oferecer para recompensá-los por seu tempo.
    • As várias plataformas de mídia social podem ser bons lugares para procurar voluntários quando você estiver pronto para começar o teste, junto com sites como o Craigslist.

    Dica: ao decidir quais perguntas fazer aos sujeitos do teste, considere um formato simples, mas aberto, como "Eu gosto / desejo / e se." Esses tipos de prompts permitem que os usuários dêem respostas com mais nuances do que simplesmente o que gostam ou não gostam, ao mesmo tempo que os convida a compartilhar sua própria engenhosidade.

  4. 4
    Refine seu produto com várias rodadas de testes. Lembre-se dos comentários que você recebeu dos usuários de teste à medida que avança com as iterações futuras do seu produto. Em cada fase subsequente, você deve procurar aumentar os pontos fortes de seus produtos e eliminar suas falhas e fraquezas até que fique com algo de que se orgulhe de colocar no mercado.
    • Você não será capaz de colocar em prática todas as sugestões que receber, é claro, mas faça questão de ouvir e abordar os elogios e críticas que aparecem repetidamente ao longo dos testes.
    • Embora não haja uma quantidade "certa" de testes que você deva realizar, provavelmente levará entre 3 e 5 rodadas de feedback e refinamento para obter um produto que seja forte o suficiente para competir com outros itens semelhantes no mercado.
  5. 5
    Finalize sua fórmula ou design para deixá-lo pronto para o lançamento. Quando estiver satisfeito com seu produto, sua próxima etapa será compilar uma lista ou projeto mestre de ingredientes. Não é necessário memorizar a composição química de cada ingrediente do seu novo condicionador sem enxágue, mas você precisará saber o que cada um faz e quanto há em um determinado tamanho de amostra do seu produto.
    • Ter um registro de tudo o que seu produto contém, bem como as proporções exatas, permitirá que você replique sua fórmula e produza seu produto em diferentes quantidades e tamanhos, mesmo que você mesmo o faça em casa.
    • Se você está desenvolvendo uma ferramenta de modelagem, como uma touca de permanente doméstica ou uma tesoura de pontas duplas, o fabricante responsável por ela deve ser capaz de fornecer as especificações técnicas.
    Já existe uma variedade impressionante de produtos para os cabelos inundando o mercado
    Já existe uma variedade impressionante de produtos para os cabelos inundando o mercado.
  6. 6
    Pense um pouco sobre a aparência de sua embalagem. As primeiras impressões são importantes. Assim como quando você estava escolhendo um nome para sua empresa, é importante selecionar elementos de embalagem que atrairão os usuários em potencial e, ao mesmo tempo, deixar claro o que eles receberão. Como proprietário da empresa, você terá a palavra final sobre coisas como cores, fontes, tamanhos e quaisquer imagens que deseja usar.
    • Considere colaborar com um designer gráfico para lidar com o trabalho básico de esboçar arte, logotipos e layouts.
    • Não se esqueça de deixar espaço para um rótulo listando todos os seus ingredientes proprietários em algum lugar da embalagem do produto.

Parte 3 de 3: vendendo seus produtos

  1. 1
    Contrate um consultor de negócios ou advogado para ajudá-lo com a burocracia. Ter seu próprio negócio dá muito trabalho, mesmo que seja uma operação de uma pessoa só. Um especialista jurídico qualificado poderá orientá-lo no processo de registro de sua empresa, networking com lojas e fornecedores e instruindo-se sobre regulamentos tributários, seguros e responsabilidades, além de outras questões importantes.
    • Advogados e consultores não são baratos, mas lembre-se do velho ditado: "Você tem que gastar dinheiro para ganhar dinheiro." Se você não sabe como navegar no labirinto de leis comerciais que está à sua frente, pode estar se preparando para cometer erros ainda mais caros no futuro.
    • Se você preferir agir sozinho, suas principais funções serão formar uma entidade comercial oficial e obter algum tipo de seguro comercial para protegê-lo de danos financeiros no caso de uma ação judicial ou disputa.
  2. 2
    Avalie seus produtos de forma competitiva. Pesquise as taxas vigentes de itens semelhantes e escolha valores de varejo que você considere razoáveis. Lembre-se de que você não terá o benefício do reconhecimento do nome logo de cara, portanto, pode ser sensato manter os preços um pouco baixos no início para atrair novos compradores. Você sempre pode escalá-los como achar melhor mais tarde, uma vez que você tenha algum impulso.
    • Seja cauteloso ao definir preços muito baixos para seu produto, em um esforço para vencer a concorrência. Isso não apenas tornará mais difícil recuperar os fundos gastos em P&D e fabricação, mas também pode inadvertidamente fazer com que os consumidores considerem seu produto barato.
    • Outra estratégia possível é definir um preço inicial para seu (s) produto (s) e, em seguida, oferecer negócios introdutórios, permitindo que seus primeiros clientes os escolham com descontos especiais.
  3. 3
    Crie um site para sua empresa. Não se preocupe se você não tem nenhuma experiência em web design. Você pode contratar um web designer qualificado para construir um site profissional sofisticado por um custo único de cerca de 4480€ (e cerca de 750€ por ano depois disso para manutenção e atualizações contínuas). Isso incluirá todos os mesmos tipos de sinos e apitos que você esperaria ver no site de uma empresa de grande nome.
    • Também existe a opção de usar um serviço gratuito ou barato como GoDaddy, Wix ou Squarespace para projetar uma sede online simples, mas poderosa para sua empresa.
    • Se você realmente quer ir além, anexe um blog ao seu site que você possa se atualizar e usá-lo para apresentar notícias, perfis de vários ingredientes e sugestões de como incorporar seus produtos em uma rotina holística de beleza e bem-estar.
  4. 4
    Use a mídia social para divulgar seu nome e promover seus produtos. Crie uma conta dedicada no Facebook, Instagram e Twitter para sua nova empresa, caso ainda não tenha feito isso. Lá, você pode postar notícias e informações sobre seus produtos, compartilhar avaliações de usuários e começar a acumular seguidores.
    • Estude os perfis de outras marcas do setor para reunir ideias e inspiração sobre como estruturar sua presença digital.
    • A mídia social é indiscutivelmente a melhor ferramenta promocional que os empreendedores independentes têm à sua disposição no mundo de hoje.

    Dica: elabore uma hashtag personalizada para sua empresa ou um de seus produtos e incentive seus seguidores a usá-la em seu próprio conteúdo. Isso não apenas equivale basicamente a publicidade gratuita, mas também proporcionará às partes interessadas um lugar conveniente para aprender mais sobre você.

    Mesmo depois de lançar sua linha
    Passe muito tempo pesquisando os meandros da indústria de cuidados com os cabelos, mesmo depois de lançar sua linha.
  5. 5
    Procure relações de vendas com salões de beleza e estilistas. Entre em contato com diversos profissionais de cuidados com os cabelos da sua região e diga que você lançou recentemente uma linha de produtos que você acha que se encaixaria em seus estabelecimentos. Se eles estiverem interessados no que você tem a oferecer, podem estar dispostos a fazer pedidos de atacado de seus produtos para exibir e vender internamente.
    • Esteja preparado para enviar amostras de seus produtos para que os donos de lojas possam examiná-los e determinar se desejam promovê-los ou não.
    • Quanto mais lojas você conseguir colocar seus produtos, maiores serão suas chances de alcançar uma base de mercado mais ampla.

Pontas

  • Passe muito tempo pesquisando os meandros da indústria de cuidados com os cabelos, mesmo depois de lançar sua linha. Você nunca pode ter muito conhecimento sobre seu campo.
  • Seja paciente e concentre-se no longo prazo. Pode levar meses antes que seus produtos comecem a decolar com os usuários.

Avisos

  • Lembre-se de que iniciar qualquer negócio envolve muitos riscos, financeiros e outros. Infelizmente, não há garantia de que seus produtos farão sucesso em um mercado já supersaturado, não importa quanto tempo e dinheiro você investiu em pesquisa, fabricação e publicidade.
Artigos relacionados
  1. Como usar o Matcha para cuidados com a pele?
  2. Como ajudar uma pessoa com desafios de moda?
  3. Como manter a higiene feminina?
  4. Como pentear cabelos cacheados muito curtos?
  5. Como conseguir mãos lindas?
FacebookTwitterInstagramPinterestLinkedInGoogle+YoutubeRedditDribbbleBehanceGithubCodePenWhatsappEmail